MP apura suposta contratação de funcionário fantasma por ex-prefeito de Costa Marques

Em razão do suposto enriquecimento com a contratação do servidor fantasma…

O Ministério Público de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Costa Marques, instaurou inquérito civil público para apurar indícios de contratação de ‘funcionário fantasma’, onerando o município em pagamento em proventos em mais de R$ 40 mil.

O inquérito foi instaurado pelo Promotor de Justiça Roosevelt Queiroz Costa Júnior e investiga possível ato de improbidade administrativa praticado pelo ex-prefeito de Costa Marques, Élio Machado; o ex-Secretário Municipal da Administração, Cláudio Xavier Custódio, e o ex-Secretário Municipal de Saúde, Francisco Alves Sales, em razão do suposto enriquecimento com a contratação do servidor fantasma.

Ao adotar as providências, o Promotor de Justiça lembra que constitui ato de improbidade administrativa, importando enriquecimento ilícito, auferir qualquer tipo de vantagem patrimonial indevida em razão do exercício do cargo, mandato, função, emprego ou atividade, conforme prevê a Lei 8.429/92.

MP/RO.

FONTE/HOJERONDONIA.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

E-mail: hojerondonia@gmail.com / wilmergborges@hotmail.com