PF TRABALHA EM CONJUNTO COM PC NAS INVESTIGAÇÕES QUE APURA MORTE DO FILHO DE ROVER

page-2-300x300

Devido às especulações levantadas a cerca do latrocínio ocorrido na casa do ex-prefeito José Rover, no início da madrugada do último sábado, 26, que tirou a vida de seu filho, Luiz Eduardo Rover da Silva, de 22 anos, a Polícia Federal de Vilhena decidiu trabalhar em conjunto com a delegacia de homicídios, a fim de exaurir todas as possibilidades que possam ter motivado o crime.

Os réus confessos, Lucas Rodrigues Ramos, de 22 anos e o menor, G.C.S., de 16 anos, prestaram depoimento para o delegado da Polícia Federal de Vilhena, onde negaram qualquer possibilidade do crime ter sido encomendado por retaliação ao ex-prefeito, que é investigado em várias operações da PF e teria aceitado deleção premiada.

Em contato com  reportagem do Extra de Rondônia, o delegado regional Fábio Campos, informou que o caso segue sob a responsabilidade da Polícia Civil. Porém, os trabalhos estão sendo realizados em conjunto para não deixar qualquer dúvida das reais motivações do crime, que ainda – segundo os acusados – não passou de um latrocínio “roubo seguido de morte”.

Texto e fotos: Extra de Rondônia

DA REDAÇÃO DO HOJERONDONIA.COM

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

E-mail: hojerondonia@gmail.com / wilmergborges@hotmail.com