População amanhece sem o serviço de transporte coletivo em Porto Velho

Onibus-Parado-Garagem-Rio-Madeira

Uma manifestação de motoristas e cobradores deixou milhares de pessoas sem transporte coletivo na manhã desta segunda-feira (27), em Porto Velho. O motivo da paralisação dos funcionários é o valor de apenas 4% de reajuste salarial oferecido pelas empresas de ônibus, comparado aos 13% do último reajuste da tarifa.

De acordo com o secretário de informação do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de transporte urbanos de Rondônia (SITETUPERON), Dean de Deus Almeida, a paralisação durou apenas uma hora, das 5 às 6 horas nas próprias garagens e depois os ônibus foram liberados. Outra paralisação deve acontecer nesta terça-feira (28), ainda sem horário e local definido.

Os trabalhadores de transporte coletivo ameaçam deliberar greve caso as empresas não aumentem o valor do reajuste salarial. Uma assembléia está marcada para quinta-feira (30), para decidir a possível greve.

Atualmente cerca de 160 ônibus fazem o transporte em Porto Velho. Somente na zona Leste da capital, o sindicato estima que mais de seis mil pessoas sejam usuárias do transporte das 5 às 8 horas, de segunda a sexta-feira.

HOJERONDONIA:

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

E-mail: hojerondonia@gmail.com / wilmergborges@hotmail.com