SECRETÁRIO DE ESPORTE REBATE DIRETORIA DA AVV EM VILHENA

Natalzinho 5

Município não pode – por lei – manter dois convênios com uma única entidade.

A Associação de Vôlei de Vilhena (AVV) enviou aos meios de comunicação nota, nesta quinta feira, 6, informando o cancelamento do convenio anual que a entidade mantem com a prefeitura e da Copa AVV porque a prefeitura “não autorizou o convênio específico para a competição”, o que inviabilizaria a continuidade desse projetos na instituição vilhenense.

Após a nota ir ao ar, o secretario de esportes Natal Pimenta Jacob, o popular “Natalzinho”, esclareceu alguns pontos.

Segundo ele, a informação de corte do convênio anual está equivocada e não procede. O que acontece é que a liberação do mesmo está atrasada devido a prazos regimentais normais. E essa demora se deve ao fato de que houve uma alteração no valor de R$ 70 mil para R$ 80 mil anuais.

“O processo está saindo hoje da secretaria de planejamento e indo para a Procuradoria Geral do Município para depois ter seu andamento administrativo normal. No inicio do mandato, a prefeita Rosani Donadon (PMDB) havia pedido uma auditoria em todos os convênios e isso também contribuiu para a demora. Entretanto, garanto que não há corte”, diz o secretário.

Além disso, Natalzinho lembra que a SEMEC disponibiliza dois servidores para a AVV que custam cerca de R$ 60 mil por ano e que esse é o maior convênio que o município mantém com uma entidade privada.

Também a nota emitida pela entidade cita que a copa AVV será cancelada por falta de repasse no valor de R$ 18 mil da prefeitura. Com relação a isso, Natalzinho disse que esse valor não será liberado porque o município não pode – por lei – manter dois convênios com uma única entidade.

Outro fator é a crise financeira pela qual o município passa o que também impossibilita esse repasse. “Existe uma orientação do Ministério Publico para que o município respeite o principio da impessoalidade, um dos pilares da administração pública. E para a liberação de recursos dessa natureza a entidades particulares, como é o caso da AVV, deve-se haver o crivo e deliberação de um Conselho Municipal de Esportes que nem sequer existe ainda em Vilhena”, completou Natalzinho, frisando que outras entidades, como o VEC e Barcelona, custeiam suas próprias despesas e não têm convênio com a prefeitura.

Para resolver isso, o titular da Semec  finalizou dizendo que a criação do Conselho Municipal de Esportes está em andamento e deverá estar conclusa até o mês de setembro.

FONTE: SEMCOM/Prefeitura de Vilhena

DA REDAÇÃO DO HOJERONDONIA.COM

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

E-mail: hojerondonia@gmail.com / wilmergborges@hotmail.com