SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SAÚDE PEDE AJUDA A VEREADORES PARA CUSTEIO DE SAMU

saude

Implantação é garantida, porém o custeio mensal demanda maior verba de recursos públicos…

O secretário municipal de Saúde Marco Aurélio Vasquez, visitou a Câmara de Vereadores de Vilhena na manhã desta segunda-feira, 2 de outubro, onde solicitou a destinação da verba impositiva de cada vereador para ajudar no custeio mensal do SAMU, caso seja implantado no município.

Cada emenda impositiva está orçada no valor de R$ 64 mil e deverá ser destinada invariavelmente à saúde de Vilhena.  “Temos verba para a implantação do SAMU, como já foi solicitado pelos vereadores Samir Ali e Adilson de Oliveira, mas não temos como custear as despesas mensais. Por isso preciso da ajuda de vocês para levar adiante o projeto”, informou Vasquez aos vereadores.

Em tempo, os vereadores Adilson de Oliveira e Samir Ali se dispuseram em destinar, cada um, as suas emendas impositivas da Saúde e outra que pode ser direcionada a outras áreas para ajudar com as despesas da implantação do SAMU, totalizando o valor de R$ 256 mil. “O SAMU na nossa cidade vai trazer qualidade de vida e melhorias para nossos munícipes, por isso é muito importante a solicitação que o secretário faz”, afirmou Adilson.

Os serviços de atendimento pré-hospitalar móvel, denominados Serviços de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), e acionados por telefonia de discagem rápida (número 192), conhecidos como Samu 192, caracterizam-se por prestar socorro às pessoas em situações de agravos urgentes, nas cenas em que esses agravos ocorrem, garantindo atendimento precoce, adequado ao ambiente pré-hospitalar e ao acesso ao Sistema de Saúde.

“Sem a existência do SAMU, muitos pacientes morrem no interior de suas próprias residências, nos acidentes de trânsito e em vários locais sem a existência de um atendimento pré-hospitalar que os auxilie. Os bombeiros ajudam e muito, porém o certo é ter o serviço funcionando na cidade”, apontou Samir.

O SAMU 192 não se caracteriza apenas por um serviço de atendimento pré-hospitalar móvel, mas por ser um serviço complexo onde uma Central de Regulação de Urgência e Emergência composta por médicos reguladores atendem toda a demanda do sistema telefônico 192 e definem uma hipótese diagnóstica e a complexidade, assim como a prioridade do atendimento, podendo ser fornecido apenas uma orientação médica ou se necessário um recurso mais complexo, liberam as diferentes viaturas do Suporte Básico ou Suporte Avançado.

Todos os vereadores se dispuseram em estudar o repasse e em breve estarão comunicando o secretário sobre a proporção da emenda impositiva que cada um vai destinar.

FONTE: ASSESSORIA

DA REDAÇÃO DO HOJERONDONIA.COM

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

E-mail: hojerondonia@gmail.com / wilmergborges@hotmail.com