“SEM ESPERANÇA, POPULAÇÃO VAI EMBORA DE CEREJEIRAS”, DIZ VEREADOR SOBRE CAOS NA GESTÃO DE AIRTON GOMES

DSC_0021

Reeleito ao cargo de prefeito, Airton Gomes (PP) não está conseguindo manter um bom ritmo na administração municipal de Cerejeiras. Pelo menos é o que garante o vereador Pedro Sanches, o popular Pedrinho Taxista (PMDB).

O parlamentar, em visita à redação do Extra de Rondônia semana passada, bombardeou a atual gestão com severas críticas, ao ponto de culpar Airton Gomes pelo caos administrativo, o que provocou que muitas famílias fossem embora de Cerejeiras a municípios próximos.

Para Pedrinho, a situação é dramática. “É com tristeza que estamos testemunhando uma população sem esperança, sem direcionamento. Na Câmara, cobramos ações efetivas, mas o prefeito não age. Posso dizer que com esta administração a população está à mercê da vida. Não há programas de valorização. Queremos que ele cumpra as promessas que fez na campanha e inclua ações para desenvolver o município”, reclamou.

O parlamentar explicou que o caos administrativo atinge diretamente a área de desenvolvimento comercial. “O comércio está parado. Ninguém vende e nem compra. Vejo que o prefeito não adota medidas para melhorar o setor. A prefeitura ainda é a maior ‘empresa’ do município, gerando na economia local algo de R$ 3 milhões em circulação. Mas Airton Gomes não incentiva que esses recursos dos servidores sejam gastos no comércio. Quer administrar com cargos comissionados, já que não há previsão de concurso público. É uma pena, porque todos nós estamos sofrendo”, analisou.

Pedrinho também fez um breve relato do drama vivido na área social. “A Secretaria de Assistência Social nunca realizou nenhum curso ou programa de relevância, que ajude a voltar o progresso a nossa região, como de mecânica, pedreiro ou de carpinteiro. Só ministram cursos de crochê. São importantes, mas estes não irão ajudar no crescimento do município”, alegou.

Ainda, o vereador fez questão de revelar a caótica situação da saúde pública. “O ano passado Cerejeiras tinha seis especialistas. Em palanque, na campanha eleitoral, Airton disse que até estava descontente e prometeu dobrar os profissionais. Hoje não temos nenhum. Inclusive, não temos nem dentista. Ele não quer investir na saúde. Na verdade, ele ‘judicializou’ a saúde. Tudo é via justiça. A população mais humilde tem sofrido muito. Por isso, exigimos constantemente na tribuna da Casa de Leis que Cerejeiras volte a ser o município que era. Vamos a cobrar do prefeito o que prometeu em campanha”, encerrou.

Texto: Extra de Rondônia

DA REDAÇÃO DO HOJERONDONIA.COM

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

E-mail: hojerondonia@gmail.com / wilmergborges@hotmail.com