SEMED DIALOGA COM GESTORES DE ESCOLAS, MAS DIRETORES REJEITAM PROPOSTA

Reunião Semed1

Secretário pretende dar oportunidade para que diretores continuem nos cargos a pedido das escolas; alguns rejeitaram

O secretário da Educação, Clésio Cássio, buscando trabalhar com a participação dos servidores, na última semana, pediu às escolas que enviassem nomes para que, dentre eles, fossem escolhidos os diretores e vices.

Algumas escolas enviaram entre as sugestões, os nomes dos gestores que já se encontravam à frente das escolas, porém, ao conversar com esses diretores, os mesmos informaram que não tinham interesse em dar continuidade da direção de suas respectivas escolas.

A medida de continuar com alguns diretores, era diminuir o impacto das mudanças que aconteceram no cenário político de Vilhena nos últimos dias, com a cassação da ex-prefeita Rosani Donadon, que teve seu registro de candidatura indeferido pelo Tribunal Superior eleitoral (TSE).

Clésio, que já foi diretor escolar por eleição, vem buscando, nesse período que está a frente da pasta, trazer mais democracia nas decisões, com maior participação dos profissionais de cada escola. A medida, segundo funcionários de carreira na Educação, já vem de encontro com o Projeto da Gestão Democrática que foi aprovado em sessão extraordinária da Câmara de Vereadores na última sexta-feira, 04.

O secretário da Semed tem carta branca do prefeito Adilson de Oliveira, pois acredita no compromisso e responsabilidade do secretário que é servidor efetivo da Educação municipal. “O Clésio é um profissional comprometido com os interesses da categoria e tem se empenhado para resolver os problemas da pasta. Com certeza, ele estará colocando as ações da Semed em ordem e alcançando suas metas, inclusive nas alterações das direções escolares”, salientou o prefeito.

Quanto às mudanças na gestão das escolas, Clésio relatou que está havendo esforços para que não haja muito impacto nesta missão. “Nós estamos tentando ao máximo, diminuir esse impacto causado pelas mudanças, por isso, quando vimos alguns nomes que já se encontravam à frente das escolas, fomos conversar com esses diretores, porém, em algumas escolas como Noemia Barros, Progresso, Nina Paul, Marcos Donadon e algumas outras, o gestor que ali estava, nos informou que não tinha interesse em continuar, por isso foi preciso mudar. Mas ainda sim, quero aproveitar para agradecer aqueles que aceitaram dar continuidade ao trabalho, pois estão pensando realmente no bem da comunidade escolar, dos alunos e todos os envolvidos com o nosso dia a dia, que são os gestores das escolas Marizete Menezes, Tenente Melo, Antônio e Ronaldo Aragão. Caso outros tivessem aceitado, quase que metade das 29 escolas municipais não teria mudança em suas direções”, explicou o secretário.

FONTE: Semcom

DA REDAÇÃO DO HOJERONDONIA.COM

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

E-mail: hojerondonia@gmail.com / wilmergborges@hotmail.com