VÍDEO: MARTA VAI AO PRESÍDIO FEMININO E JAIRO À CASA DE DETENÇÃO; ADVOGADO GARANTE INOCÊNCIA DE VEREADORES

marta

A vereadora Marta Moreira (PSC) foi levada ao presídio feminino, após passar por exame de corpo de delito na Delegacia de Polícia Civil de Vilhena (DPC).

Por sua vez, Jairo Peixoto passou pelo médico legista na DPC e foi diretamente à Casa de Detenção.

Eles, que estavam com mandados de prisão e se encontravam foragidos há quase dois meses, se apresentaram por volta das 12h40 desta terça-feira, 22, à DPC, acompanhados do seu advogado, Agnaldo Muniz.

Ao sair da DPC e ser abordada por profissionais de imprensa, Marta não quis se manifestar a respeito do episódio.

Entretanto, Agnaldo Muniz defendeu os vereadores. Alegou que até agora houve apenas investigações e provas forjadas de forma unilateral. “A partir de agora haverá a ampla defesa e o contraditório conforme a Constituição Federal. Vamos provar a inocência deles, porque nem tudo que apareceu até agora é verdade. Têm muitas pessoas que são inocentes. Eu acredito na inocência do Jairo e da Marta. Foi apresentado, inclusive, um habeas corpus que vai a julgamento na próxima quinta-feira. Eles estão aqui e não vão fugir de apresentar suas defesas de forma tranquila”, disse.

Ao ser questionado do porquê os vereadores estavam foragidos, o advogado disse que até este momento eles não tiveram oportunidade de apresentarem defesa. E isso acontecesse agora na fase de instrução criminal.

Para ele, as prisões decretadas contra os vereadores foram arbitrárias. “Entendo que é arbitrária porque são moradores de Vilhena, são pessoas que têm endereço certo. Marta, por exemplo, é universitária. São pessoas que não vão se furtar de esclarecer os fatos para o judiciário. Agora, quando você já decreta uma prisão, já se está condenando uma pessoa por antecipação, e fere o princípio da ampla defesa e do contraditório”, esclareceu.

Já sobre onde os vereadores estavam escondidos, Agnaldo Muniz alegou que não sabia. “Só eles podem informar”, ponderou.

O advogado ressaltou, ainda, que nada de suspeito foi encontrado na casa de Jairo ou Marta e nem nos gabinetes deles na Câmara Municipal, durante os mandados de busca e apreensão da Polícia Federal e determinados pela Justiça. “Todo será esclarecido. Acreditamos que o judiciário vai fazer justiça nessa questão”, concluiu.

ESQUEMA DE DOAÇÕES DE TERRENOS

Jairo e Marta, que são primos, foram denunciados por envolvimento em esquema de doações de terrenos e tiveram seus bens sequestrados pela justiça.

Na ficha de propina recebidas pelos vereadores para aprovação dos loteamentos aparece o nome de Marta Moreira com R$ 201 mil em cheques recebidos e dois terrenos avaliados em R$ 20 mil cada.

Devido aos mesmos crimes, foram presos os vereadores José Garcia (DEM), Vanderlei Amauri Graebin (PSC), Junior Donadon (PSD), Carmozino Alves, Marcos Cabeludo (PHS) e o vice-prefeito Jacier Dias (PSC), além do prefeito Zé Rover (PP)

>>> VEJA O VÍDEO ABAIXO:

Texto e Foto: Extra de Rondônia

Vídeo: Extra de Rondônia

DA REDAÇÃO DO HOJERONDONIA.COM

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

E-mail: hojerondonia@gmail.com / wilmergborges@hotmail.com